Vamos juntos?

Tente contar quantas vezes você já viu alguém, sozinho, sorrindo enquanto corre. Pelos parques e ruas das cidades a expressão dos corredores nos diz mais sobre esforço e superação do que sobre prazer e diversão, certo? Agora experimente reparar em um grupo de pessoas, ou uma dupla de namorados que correm juntos. Bingo! A corrida pode ser mais do que um momento em que experimentamos os limites do nosso corpo, tornando-se uma oportunidade de estarmos juntos, com amigos, familiares, vizinhos e colegas de treino, trocando experiências e impressões do dia a dia, enquanto o movimento trabalha músculos, ossos, pulmões e coração, fazendo tudo funcionar melhor.

Um companheiro pode ser o elemento-chave na sua corrida, trazendo sentido e alegria para o mais coletivo dos esportes individuais. Correr sozinho é prático e simples. Mas correr em grupo é muito mais prazeroso. Veja a seguir por que vale a pena compartilhar sua corrida com mais gente.

É mais legal

Boas companhias deixam as missões da rotina bem mais divertidas e aí o que era uma obrigação se torna um programa. Quando você agrega um parceiro à sua corrida, dá chance para que novas relações despontem ou para que as antigas se fortaleçam. Aproveite uma hora de treino com seu amigo para botar o assunto em dia. Depois, finalize com água de coco ou café-da-manhã especial.

Motivação

Constância é a palavra de ouro da corrida, mas convenhamos: nem todo dia acordamos cheios de disposição. Nesses momentos, um grupo de corrida, uma namorada, filho, ou marido podem injetar aquela dose providencial de motivação e impedir que você fure o treino ou tenha um desempenho bem inferior ao que teria se estivesse com alguém disposto a te puxar num dia cinza. No fim, você vai agradecer por ter ido.

No ritmo

Você não precisa correr apenas com pessoas que tenham o mesmo ritmo que o seu. Um parceiro de corrida mais rápido vale ouro! Ele serve de referência para a sua evolução, puxando a cadência e te tirando da zona de conforto. Quem corre sempre sozinho tem mais dificuldade de avançar e geralmente acaba se mantendo no mesmo patamar. Escolha o seu companheiro preferido e aproveite para acelerar.

Corrente

Quase todo mundo começou a correr inspirado por alguém e cada corredor traz em si o desejo (e o superpoder) de também inspirar outras pessoas. É uma maneira de retribuir àqueles que nos levaram pela mão até a porta de um universo incrivelmente transformador. Incentivar alguém mais novo a correr – um filho, por exemplo – é também um investimento na sua própria longevidade: você garante companhia pela vida afora. Escolha uma prova democrática, como o Circuito de Corridas Pão de Açúcar, e convide todo mundo! Dá para participar caminhando ou correndo em sistema de revezamento. Tem até um percurso pensado especialmente para crianças. Saiba mais em: www.paodeacucar.com/corridas