Alimentos cada vez mais industrializados, inatividade e o forte apelo dos aparelhos eletrônicos é a perigosa combinação que está formando gerações de crianças obesas e doentes. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), existem 41 milhões de crianças obesas com menos de cinco anos, um mal que atinge igualmente países pobres e desenvolvidos. A mudança generalizada de comportamento é consequência do processo de urbanização do mundo e do “tempo de tela”, ou seja, aquelas muitas horas investidas diante do computador, do celular e da televisão, que nos tiram da vida ao ar livre.

Para tentar reverter o quadro, a OMS divulgou, há dois anos, uma espécie de manual com recomendações básicas que profissionais da saúde devem seguir para orientar pais e mães. As diretrizes sugerem priorizar alimentos frescos e naturais, diminuindo a ingestão dos processados (biscoitos, massas e pães), além de incluir a prática de atividade física na rotina: ao menos uma hora por dia, todos os dias.

A melhor forma de começar uma mudança nos hábitos da família é a partir do exemplo: se você come mal, não se movimenta e vive pregado no celular, será muito pouco provável que seus filhos apresentem um comportamento oposto. Por isso, siga alguns bons conselhos e comece uma revolução saudável na sua casa!

 

Faça a compra certa

Não tenha em casa aquilo que você não quer que sua família consuma. Na hora de escolher o que vai comprar no supermercado, lembre-se de dar preferência aos alimentos que se aproximam ao máximo de seus estados originais: frutas, verduras, legumes, iogurtes naturais, queijos frescos e cereais integrais sempre serão mais nutritivos e poderosos que versões empacotadas, pasteurizadas e processadas. Quanto menos embalagem, melhor. Nas lojas do Pão de Açúcar você encontra produtos orgânicos certificados!

 

Busque o equilíbrio

Especialistas em nutrição recomendam uma abordagem voltada para a valorização e não para a proibição. É mais eficiente dizer “vamos comer mais frutas e legumes” do que dizer “estão proibidos de comer biscoitos no lanche da tarde”. Negocie e procure o equilíbrio. Ter como regra que se coma uma fruta ou legume em cada refeição pode ser uma boa pedida e ninguém precisa abrir mão de comer uma sobremesa ou pedacinho de bolo no café.

 

Controle o tempo de tela

Um dos maus hábitos com maior poder de influência é o tempo gasto diante das telas de aparelhos eletrônicos e da televisão. Não só porque isso nos tira da vida lá fora e nos imobiliza, mas também porque através das propagandas disparadas somos constantemente induzidos a práticas de consumo e atitudes que não agregam nada à saúde. Estabeleça horários para que seus filhos joguem, usem as mídias sociais ou assistam vídeos e filmes.

 

Brincar é o melhor remédio

Estimule atividades físicas divertidas. Jogar bola, brincar de pega-pega, andar de bicicleta, apostar corrida e passear com o cachorro, são coisas que deixaram de fazer parte da rotina das crianças, que desaprenderam a brincar. Se optarem por uma modalidade esportiva regular, ajude-os a escolher algo de que realmente gostem. Esporte precisa ser prazeroso. Se você estiver junto na brincadeira, melhor ainda! Experimente um evento de que todos possam participar, como o Circuito de Corridas Pão de Açúcar, que tem um percurso só para as crianças, além de atividades e brincadeiras para elas, enquanto os adultos se desafiam em caminhadas e corridas em revezamento ou solo. Saiba mais em paodeacucar.com/corridas/

 

Seja espelho

Esta é a dica mais importante de todas. Crianças são guiadas por adultos e tendem a imita-los. Preste mais atenção aos seus próprios hábitos e deseje para você o mesmo que deseja para seus filhos. Inclua alimentos saudáveis no seu prato, pratique exercícios, deixe o celular longe da mesa jantar. Um bom exemplo é metade do caminho para uma família mais saudável.

 

Não deixe de conferir as opções de produtos naturais e saudáveis em qualquer uma das lojas do Pão de Açúcar. Só lá você encontra a linha Taeq, pioneira na busca por mais saúde e qualidade de vida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here