Passe por uma avaliação médica

Fazer os exames de saúde básicos – que incluem uma conferida no seu coração e também um teste de esforço físico – é como tirar um passaporte para entrar no universo da corrida. Eles servem de parâmetro para os profissionais da saúde e treinadores que vão te orientar, e também para que você pise neste novo terreno com mais segurança.

 

Tempo de corrida é melhor que ritmo forte

Neste primeiro momento, não se preocupe com a sua velocidade e sim com o tempo que você vai investir. Em um período de 30 minutos, por exemplo, você poderá alternar corrida e caminhada, uma corrida leve e contínua, ou intercalar um ritmo de corrida mais intenso com outro mais leve. O mais importante é a melhora do seu condicionamento físico.

 

O tênis do iniciante

Você não precisa de nada além de um tênis de corrida confortável. Na loja, experimente os dois pés do calçado e dê uma corridinha ali mesmo, para ver como se sente. É importante que o calçado não tenha desvios, isto é, não seja um tênis velho, desgastado, com o formato diferente do original, o que pode forçar a pisada do corredor e para um ou outro lado.

 

Proteja-se de lesões

É muito comum sofrer com lesões quando se começa a correr. Torções, contraturas, e estiramentos musculares, dores na região lombar ou nas articulações podem ser evitadas com planejamento e musculação. Não estabeleça metas irreais e seja conservador neste início, sem puxar demais nos treinos. Corra de forma regular, algumas vezes na semana, sempre com intervalos de ao menos um dia para recuperar o seu corpo. Se você está acima do peso, fique ainda mais atento a essas dicas.

 

Respiração

Precisamos de muito oxigênio para correr. Por isso a boca deve ficar aberta para facilitar a entrada e a saída de ar. O ideal é que você se esqueça da respiração, que deve acontecer naturalmente, se adequando ao ritmo das suas passadas. Quando bater aquela dorzinha incômoda do lado, abaixo das costelas, solte o ar por mais tempo do que você puxa, durante alguns minutos. Ela acontece por causa da respiração descompassada, por isso nem sempre dá certo correr e conversar.

 

Postura

Embora a técnica de corrida seja muito importante, ela não deve ser a preocupação central de um iniciante. Apenas tenha em mente que seu tronco deve estar levemente inclinado para frente e que você não deve movimentar a parte de cima do seu corpo demasiadamente. Movimente seus braços (com cotovelos flexionados) alternadamente para frente e para trás, sem exageros, tentando manter o tronco firme enquanto suas pernas executam o movimento. Com o tempo você vai encontrar seu estilo e vai aprimorar sua técnica para que a corrida seja mais eficiente.

 

Combustível

Não corra em jejum. Embora alguns novos estudos indiquem alguns benefícios, eles não se aplicam a todos e esta prática pode trazer péssimos resultados para a média das pessoas, como queda de pressão, mal-estar, fraqueza. Prefira uma pequena refeição, com alimentos de rápida digestão, como os carboidratos (banana, biscoito de arroz, pão), evite proteínas (leite, queijo, frios, carne) e gorduras pesadas (frituras, salgadinhos) e dê um intervalo de uma hora antes começar o treino. Depois do treino, recupere-se com frutas, proteínas magras, ovos, grãos e cereais. No site do Pão de Açúcar, você pode encontrar uma seleção especial de produtos que vão cair bem na sua rotina de corrida! Quer uma lista prontinha? Clique aqui.

 

A primeira prova

Você não precisa ter medo de participar de uma corrida. Atualmente, as provas são bastante democráticas, com percursos pensados para iniciantes. Dá para caminhar e correr leve ao longo de 5km tranquilamente. Se o seu objetivo é de fato correr os primeiros 5km, é recomendado ao menos três meses de treinos, para formar uma base e ter segurança. Uma boa pedida é se inscrever em um dos percursos do Circuito de Corridas Pão de Açúcar, uma das melhores provas para começar ou para quem está começando a correr. Saiba mais em paodeacucar.com/corridas.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here