Provas de revezamento são emocionantes. Quem nunca vibrou ao assistir as disputas olímpicas, torcendo para que os companheiros de equipe fossem bem-sucedidos na troca de bastões, ou quase morreu de aflição quando testemunhou algum integrante perder velocidade e se atrapalhar no meio do percurso? No mundo das pessoas comuns também é possível participar de disputas em grupo. Muitos eventos de corrida oferecem como alternativa a modalidade de revezamento. Dessa forma, cada integrante tem a chance de dar tudo de si em um determinado trecho do percurso, ajudando sua equipe a chegar à meta.

 

As distâncias variam de um evento para outro. No Circuito de Corridas Pão de Açúcar, por exemplo, o percurso tradicional da maratona (42km) pode ser feito em octetos, quartetos ou duplas, de acordo com o apetite e o perfil de cada um. Para formar uma equipe afinada, entretanto, é preciso prestar atenção a alguns aspectos. O treinador Nelson Evêncio dá algumas dicas para quem está querendo aproveitar ao máximo a experiência de correr com amigos e companheiros de treino.

 

1) Defina o perfil da sua equipe

“Em primeiro lugar, deve-se definir se a equipe será competitiva ou participativa”, diz Nelson. Este é um aspecto fundamental: qual é o desejo de todos? Fazer o melhor tempo da vida, batendo recordes pessoais de olho no pódio, ou simplesmente completar o percurso com disposição e bom humor? Antes de começar a convidar os amigos, identifique uma meta comum.

 

2) Procure os iguais

Pensando no primeiro item, procure pessoas com níveis de corrida ou propósitos semelhantes. “Não é bom misturar para não gerar cobranças sobre quem só quer se divertir e para não frustrar quem tem pretensões mais sérias”.

 

3) Velozes e furiosos

Se a sua equipe tem perfil mais competitivo, a dica do Nelson é escolher o corredore mais forte para a o primeiro trecho da prova, para tentar abrir vantagem sobre outras equipes logo de cara.

 

4) Estude o percurso

Avalie as características do trajeto e distribua cada trecho pensando nas qualidades dos integrantes. Subidas para quem tem mais resistência, planos para os mais rápidos, trechos sombreados para quem costuma sofrer com o sol. “Reserve os quilômetros mais fáceis para os corredores menos preparados”.

 

Deu vontade de correr em grupo? Inscreva-se em uma das provas do Circuito de Corridas Pão de Açúcar: Fortaleza, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro! Clique e saiba mais.